Vocação Matrimonial

Vocação Matrimonial

Sun, 08 Aug 21 Pastoral initiatives for the youth

Sou Silvana, leiga da Paróquia Imaculado Coração de Maria da cidade de Boa Vista do Tupim – Diocese de Ruy Barbosa na Bahia - batizada desde os quatro meses de idade.

Para mim, o Sacramento do Matrimônio é um dos mais belos e preciosos presentes que já recebemos. Por meio dele, temos duas filhas, nossas preciosidades... as quais nos acompanham desde o ventre materno a vivência comunitária. Graças a base recebida pelos nossos ancestrais, somos membros da pastoral familiar tempo em que usamos a nossa experiência e testemunho de vida Cristã para ajudar na formação de novas famílias.

Por fazer parte de uma família devota a Nossa Senhora Aparecida, desde cedo aprendi a rezar com meus avós e pais. Celebrando rigorosamente a Semana Santa, o Natal e os Santos de devoção. Ainda criança aprendi a rezar o ofício de Nossa Senhora, o terço e vários benditos em casa com meus pais. Aos 12 anos recebi o sacramento da penitência e da Eucaristia. Tudo isso por conta da participação dos meus familiares na vida da CEBs, dos movimentos sociais, sindicados, Associações.

Este meu viver em família e comunidade me fez conhecer a pessoa de Jesus Cristo numa amplitude de amor, de partilha, de humildade, generosidade e missão. Tempo em que inspirada pelos avós paternos e maternos, meus pais e pela vida de CEBs todo/a jovem batizado/a só poderia formar uma família com o Sacramento do Matrimônio.

Com este ideal vivi, cresci e fui catequizada... Aos 23 anos, diante do altar, perante as nossas famílias e a comunidade dei o meu sim a Deus e a meu esposo prometendo assumir esta família que alicerçada na Família de Nazaré daria continuidade a missão recebida em casa.

A Bíblia tem sido para nós o guia essencial na família e na vida comunitária. Porém, atualmente, temos nos apoiado também nos documentos da Igreja como o Documento de Aparecida, o Amoris Letitia (a exortação Apostólica do Papa Francisco), o Hora da Família que nos auxiliam de forma gigantesca em toda formação.

Acredito que a Família é o bem mais precioso da sociedade, no entanto, está muito fragilizada. É preciso que tenhamos fé, perseverança, determinação e muito apoio da Igreja para testemunharmos com profundo amor esta obra que Jesus Cristo escolheu para nascer e viver, a Família de Nazaré que é nosso modelo primordial.

Assim como diz o Papa Francisco: “A Igreja é família de famílias, constantemente enriquecida pela vida de todas as igrejas domésticas. Assim, «em virtude do sacramento do matrimônio, cada família torna-se, para todos os efeitos, um bem para a Igreja. Nesta perspectiva, será certamente um dom precioso, para o momento atual da Igreja, considerar também a reciprocidade entre família e Igreja: a Igreja é um bem para a família, a família é um bem para a Igreja. A salvaguarda deste dom sacramental do Senhor compete não só à família individual, mas a toda a comunidade cristã».