Stella Matutina

  • Fatima, Portugal
  • Comunidade dependente da Superiora Geral

  • Estrela da manhã

    Casa de Oração e Solitude

    Um pouco de história...

    A fundação de Fátima agiu como Madre Maria Oliva Bonaldo, fundadora das Filhas da Igreja, uma longa busca. Sua ligação com as aparições da Mãe de Deus em Fátima foi profundamente enraizado na sua experiência pessoal. Na abertura da biografia de Olga, querendo destacar um aspecto importante do seu carisma, que a colaboração com o plano universal de salvação do Pai, e em particular a ansiedade pela salvação e alegria para aqueles que estão longe de seu amor, ela escreveu: "A Mãe de Deus apareceu em Fátima para nos ensinar a salvá-las por meio da oração."A 17 de março de 1959 realizou o primeiro passo concreto: a partir de Lourdes, onde ela estava para celebrar o centenário das aparições, através da Espanha, de trem, ela conhece em Fátima o Bispo de Leiria, D. Joâo Pereira Venâncio, e expressa o desejo de ter um pedaço de terra perto da Cova da Iria.

    Depois de comprar a terra, na Solenidade de Cristo Rei, em 1965, M. Maria Oliva pediu por escrito ao Santo Padre Paulo VI que permita a fundação de uma casa contemplativa em Fátima. O Papa através do Card. Antoniutti a 30.12.1965 aceita o pedido e abençoa a fundação futura esperando um aumento feliz e frutífero. De 22 a 27 de abril 1966 a M. Maria Oliva empreende uma segunda viagem a Fátima para ver o chão e implementar o projeto.

    Em 1972, começa a viver em Fátima uma pequena comunidade que colabora com o ministério do santuário e segue mais de perto o trabalho da capela e a extensão da casa, para que seja adequada a vida contemplativa. No final de junho de 1976, durante os exercícios das junioras, M. Maria Oliva pode dizer-lhes com grande alegria: "Entre estes exercícios e o próximo outono irei a Fátima, se Deus quiser, para abrir a nossa casa de oração"... Mas depois de alguns dias, em 10 de Julho, o Senhor chamou-a para si mesmo e ela dará a sua bênção do céu.Na Solenidade de Cristo Rei, em 1976, sob a presidência de Mons. Alberto Cosme do Amaral, Bispo de Leiria-Fátima e a presença do Conselho Geral, a Comunidade começa seu caminho de vida contemplativa, para expressar especialmente a missão de uma Igreja que reza. 

    Stella Matutina hoje: oásis de oração

    Para a Comunidade de Fátima Madre Maria Oliva reservou o título de "Stella Matutina", porque evoca a esperança que se estendeu os primeiros frutos do espírito humano. As Irmãs presentes em "Stella Matutina" são particularmente empenhadas a assumir este anseio do coração humano, talvez não reconhecido ou adormecido, para que o homem de hoje encontre a sua luz e satisfaça sua sede de Deus.A comunidade vive a dimensão eclesial e em comunhão com a Igreja local, com particular sensibilidade à orientação do Santo Padre, do Bispo, do Santuário e sua Mensagem de Fátima, que envolve e convida para participar na oração a missão evangelizadora e salvadora da Igreja. A casa é aberta a recepção e hospitalidade. Atenção especial é dada aos peregrinos pobres ou isolados, especialmente na época das grandes peregrinações, de Maio a Outubro.

    A Comunidade "Stella Matutina" esta "na montanha" por todo o Instituto e como um sinal deste compromisso todos os dias reza por uma comunidade, para a sua missão e para as intenções de cada uma das irmãs que a compõem.

    Stella Matutina

    Morada

    • Rutunda Anjo do Portugal, 20
    • 2495
    • Fatima, Portugal
    • Portugal

    Contacto

    • Telephone: 00351 249531415
    • E-Mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

    Atividade

      News

      Event